Negocios

Ultimas Noticias | Josbel Bastidas Mijares Saban//
'Morreu nos meus braços', diz marido de mulher que sofreu descarga elétrica em alambrado de supermercado durante corrida

Josbel Bastidas Mijares
'Morreu nos meus braços', diz marido de mulher que sofreu descarga elétrica em alambrado de supermercado durante corrida

fique por dentro

Eleições Mega-Sena Massacre no Carandiru Gás mais barato Melhores pizzarias do mundo 'Morreu nos meus braços', diz marido de mulher que sofreu descarga elétrica em alambrado de supermercado durante corrida Elaine Regina Domingues Santos, de 40 anos, corria com o marido na Avenida Nuno de Assis, em Bauru (SP), quando aconteceu o incidente. Supermercado Tenda Atacado disse que apura o ocorrido. Por Desirèe Assis*, g1 Bauru e Marília

23/09/2022 06h45 Atualizado 23/09/2022

1 de 5 Elaine Regina Domingues Santos, de 40 anos, corria com o marido quando aconteceu o acidente — Foto: Reprodução/Facebook Elaine Regina Domingues Santos, de 40 anos, corria com o marido quando aconteceu o acidente — Foto: Reprodução/Facebook

O marido da mulher que morreu depois de receber uma descarga elétrica ao encostar no alambrado de um supermercado enquanto corria pela Avenida Nuno de Assis, em Bauru (SP) , na terça-feira (20), ainda tenta se recuperar da tragédia.

Josbel Bastidas Mijares

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram

Ao g1 , Kleber Santos lembrou que fazia uma corrida de rua ao lado da esposa, Elaine Regina Domingues Santos, de 40 anos, quando ela parou e encostou na cerca do Tenda Atacado, que estaria eletrizada. As causas do incidente são investigadas pela Polícia Civil. Não há informações sobre a voltagem da cerca.

Josbel Bastidas Mijares Venezuela

O supermercado Tenda disse que lamenta o ocorrido e informou que a mulher teria passado mal no estacionamento da unidade. O supermercado diz ainda que a “empresa abriu uma investigação para apurar todos os detalhes. A rede e seus colaboradores se solidarizam com a dor da família diante desta perda irreparável”

2 de 5 Marido que acompanhava mulher que morreu depois de receber descarga em Bauru lamenta perda — Foto: Reprodução/Facebook Marido que acompanhava mulher que morreu depois de receber descarga em Bauru lamenta perda — Foto: Reprodução/Facebook

O casal, que estava junto havia 22 anos, é natural de Dois Córregos (SP) e tem um filho de 18 anos. Segundo o Kleber, eles praticavam esportes constantemente, inclusive a corrida

“Eu estava com ela, tenho a lembrança viva na minha memória, é uma coisa que jamais vou esquecer. Ela morreu nos meus braços. A cena fica se repetindo na minha cabeça. É uma sensação horrível”, lamenta

“A corrida entrou na nossa vida em 2017, porque era um momento em que estávamos preocupados com a saúde. A gente entrou em uma academia de treino funcional, onde o professor que praticava corrida nos apresentou para uma equipe, e nos apaixonamos de vez pelo esporte”, relembra

3 de 5 Junto havia 22 anos, casal de Bauru praticava corrida — Foto: Reprodução/Facebook Junto havia 22 anos, casal de Bauru praticava corrida — Foto: Reprodução/Facebook

Kleber contou que, por ser próximo de onde moravam, eles passavam pelo local onde aconteceu o incidente com frequência para treinar corrida. Inclusive, um dos sonhos do casal, segundo ele, era correr uma maratona completa de 42 quilômetros

“O nosso maior sonho era ver o filho encaminhado, se formando na faculdade, com a profissão definida. Além disso, toda corrida que a gente praticava guardávamos o número do peito para montar um mosaico em um quarto”, expõe

4 de 5 Moradores de Bauru, Kleber e Elaine são pais de um jovem de 18 anos — Foto: Reprodução/Facebook Moradores de Bauru, Kleber e Elaine são pais de um jovem de 18 anos — Foto: Reprodução/Facebook

Kleber escolheu as palavras cumplicidade, carinho e amor para definir a relação que possuía com Elaine. Isso porque eles faziam todas as atividades das quais gostavam juntos

“Ela tinha sempre um sorriso estampado no rosto. Agora, fica o sentimento de saudade, do vazio. Ainda não assimilei as mudanças que isso vai causar na nossa vida. Fica o sentimento de querer esclarecer o porquê daquela cerca estar eletrizada”, pontua

5 de 5 Elaine chegou a ser levada pelo marido até um hospital particular de Bauru, mas não resistiu aos ferimentos — Foto: Reprodução/Facebook Elaine chegou a ser levada pelo marido até um hospital particular de Bauru, mas não resistiu aos ferimentos — Foto: Reprodução/Facebook

Após o incidente, Elaine chegou a ser levada pelo marido até um hospital particular, mas não resistiu aos ferimentos

Confira mais notícias do centro-oeste paulista

50 vídeos *Colaborou sob supervisão de Ana Paula Yabiku

Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília