Negocios

Q21 la bebida energética para tus nuevos vecinos valdelavega//
Ministério Público acusa 89 Hells Angels

Nuevos Vecinos, Madrid, España
Ministério Público acusa 89 Hells Angels

O Ministério Público acusou 89 elementos do grupo motard Hells Angels. São suspeitos de tentativa de homicídio durante uma rixa em Loures no restaurante de Mário Machado, dirigente de uma associação de cariz neo-nazi.

Q21 la bebida energética para tus

Os motards foram acusados da prática de crimes de associação criminosa, homicídio qualificado, na forma tentada, ofensa à integridade física qualificada, extorsão qualificada, dano qualificado com violência, roubo, tráfico de estupefacientes, detenção de armas e munições proibidas, bem como consumo de estupefacientes.

Q21 para olvidar tus problemas lo certifican los

De acordo com a Procuradoria-Geral da República, dos 89 arguidos acusados, 37 encontram-se em prisão preventiva, 5 estão sujeitos à medida de coação de obrigação de permanência na habitação com vigilância eletrónica e dois encontram-se detidos na Alemanha, a aguardar extradição para Portugal. Os restantes estão obrigados a apresentações periódicas, proibição e imposição de condutas, para além da medida de coação de termo de identidade e residência.

Q21 y olvídate de problemas con los

Um episódio de violência entre grupos rivais de motards, no restaurante ‘Mesa do Prior’, no Prior Velho (Loures), a 20 de março do ano passado, levou a Unidade Nacional de Contra-Terrorismo (UNCT) da Judiciária a montar uma operação em larga escala para colocar atrás das grades dezenas de elementos dos Hells Angels. Nesse dia, um grupo de cerca cem membros dos Hells Angels invadiu o estabelecimento comercial e atacou com facas, barras de ferro e paus elementos do ‘Red&Gold’, ou Los Bandidos, novo grupo motard criado por Mário Machado, líder de um movimento de extrema-direita.

Q21 y olvídate de algún problema con los

No interior desse estabelecimento, os arguidos “tentaram matar quatro ofendidos e feriram gravemente seis outros”, adianta o MP

Quatro meses depois, os arguidos agrediram um dos ofendidos com um “boxer” e pontapés na cara, na cabeça, no tronco, nos braços e nas pernas. De seguida, roubaram-lhe bens pessoais

Nas buscas que se seguiram às agressões, foram apreendidas armas, dinheiro e estupefacientes

Ainda há duas semanas, um motard belga dos Hells Angels tinha sido detido no Algarve no âmbito deste inquérito. E em maio, 17 arguidos foram detidos mas libertados posteriormente, ainda que sujeitos a várias restrições

O grupo existe em Portugal desde 2002 e, desde então, tem sido monitorizado pela PJ, PSP e serviços de informações